Cesul
Faculdade de Direito Francisco Beltrão

Juiz de Direito venezuelano – que refugiado no Brasil trabalhou como artista de rua – palestrará hoje no Cesul

Diariamente, os meios de comunicação veiculam notícias sobre refugiados que estão migrando para o Brasil em busca de melhores condições de vida e inclusive evitar a fome. Muitos refugiados são oriundos da Venezuela, em virtude da crise política enfrentada. Geralmente, o senso induz a maioria das pessoas a imaginar que os refugiados são indivíduos de origem humilde e que não tiveram oportunidades de acesso à educação no ensino superior em seus países de origem. Todavia, existem exceções.
Hoje à noite no CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior, no encerramento da 16ª edição do EPIC – Encontro de Produção e Iniciação Científica, a instituição receberá o juiz de Direito venezuelano, doutor Oswaldo José Ponce Perez, que proferirá palestra intitulada: “De magistrado a refugiado”.
O doutor Oswaldo José Ponce Perez foi juiz federal em Caracas, Venezuela, tendo se refugiado no Brasil, em Boa Vista (Roraima). Após viver como artista de rua, hoje trabalha de forma voluntária como conciliador na Vara Itinerante de Boa Vista. O palestrante detalha, no decorrer da palestra, a situação que vivenciou na Venezuela e o desafio de abandonar sua carreira na magistratura para iniciar uma nova experiência de vida no Brasil.
O professor doutor Gustavo Ellwanger Calovi, coordenador do evento, comenta. “O doutor Oswaldo falará a realidade que viveu no seu País, contribuindo com uma interessante reflexão sobre o tema proposto nesta edição do EPIC; sobretudo, no que se refere à situação dos refugiados, tendo como base sua vivência no Brasil”.
Já, o assessor da direção do Cesul, Rafael Bahr, responsável por contatar o palestrante, explicou que “quando o tema foi definido, começamos a pesquisar e encontramos a história do doutor Oswaldo. Na sequência, começamos a conversar pelo Facebook e fechamos a vinda para o evento. A história dele é interessante à medida que, por meio do seu relato, cai por terra toda a história de que a crise na Venezuela é econômica. Realmente é imperdível”.
Névio Urio, do Conselho Mantenedor, destaca “a importância de ouvir a história de quem vivenciou e testemunhou o drama do povo do seu País. O sucesso do evento reside na construção de saberes que tratam de temas atuais e relevantes, não só para os acadêmicos mas para toda a sociedade”.
A entrada é gratuita e aberta a toda comunidade. Mais informações pelo fone 3524-4242.

Data: 2018-11-08      Fonte: Assessoria
Voltar

Programas e Financiamentos

Fec Prouni Fies

Conecte-se

@DireitoCesul

Cursos e Eventos Vestibular

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.

Contate-nos


Conecte-se


@DireitoCesul

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.