Cesul
Faculdade de Direito Francisco Beltrão

Cesul investe em padrão de acessibilidade. A Faculdade preocupa-se em oferecer as melhores condições de acessos a todos.

A acessibilidade tem sido cada vez mais discutida e trabalhada nas instituições e empresas, sejam públicas ou privadas. O Cesul - Centro Sulamericano de Ensino Superior - também investiu nesse quesito, em recente reforma e ampliação da sede localizada em Francisco Beltrão. Com acessos práticos, banheiros e salas adaptadas, entre outras melhorias, a instituição oferece oportunidades e direitos iguais a todas as pessoas. 
Todos os projetos foram executados de acordo com a norma de acessibilidade e, mesmo assim, a Faculdade decidiu testar tudo na prática e convidou quem realmente necessita de condições especiais para dar seu aval. "Entramos em contato com o Nelson Zuanazzi, que é cadeirante, e convidamos para conhecer o Cesul e o trabalho de acessibilidade que fizemos, pois mesmo seguindo as normas é possível sempre melhorar observando os detalhes que só uma pessoa com tais necessidades pode perceber", comentou Rafael Schultz Bahr, assessor da mantenedora.
Rafael também esclarece que "a acessibilidade vai muito além, pois pessoas cegas, com problemas de baixa visão, mobilidade reduzida, obesidade, e até mesmo quem sofrer algum acidente, pode precisar de acessos especiais". 
Nelson Armando Zuanazzi elogiou a preocupação do Cesul. "Meus parabéns pela preocupação com a acessibilidade, mesmo no momento não tendo alunos com tais necessidades. Realmente, está muito bom, dentro nas normas. Apenas há alguns detalhes que precisam ser adequados".
Observando essa preocupação do Cesul, Zuanazzi aconselha a todos os órgãos públicos a criarem um departamento específico com o objetivo de estabelecer normas claras e práticas, disponíveis a todos e, o mais importante, desenvolver um padrão a ser seguido. "Mesmo não tendo disponível esse padrão claro, o Cesul está de parabéns em buscar isso", concluiu.
Prazer em estudar
A psicóloga do Cesul, Danielli Pinheiro da Cunha de Morais - coordenadora do NAEI (Núcleo de Acessibilidade, Especialidades e Inclusão) e do NAPDD (Núcleo de Apoio Psicopedagógico ao Discente e Docente) - destaca a preocupação de a instituição oferecer condições iguais para todos. "Há quatro meses assumi a coordenação do Núcleo de Acessibilidade, Especialidades e Inclusão. Nossa preocupação é cada vez mais tornar o Cesul uma faculdade de fácil acesso a todas as pessoas, inclusive aos portadores de necessidades especiais, com deficiências física, visual, auditiva e intelectual. Estamos visando o bem-estar dos alunos, para que eles sintam prazer em estudar em nossa instituição".

Data: 2017-01-02      Fonte:
Voltar

Programas e Financiamentos

Fec Prouni Fies

Conecte-se

@DireitoCesul

Cursos e Eventos Vestibular

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.

Contate-nos


Conecte-se


@DireitoCesul

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.