Cesul
Faculdade de Direito Francisco Beltrão

Auditório do Cesul lotado em Aula Magna

Sexta-feira, dia 4, o Auditório do Cesul - Centro Sulamericano de Ensino Superior - recebeu um numeroso público para a aula inaugural dos cursos de graduação em Direito e Administração e também da Pós-Graduação em Direito do Trabalho e Direito Previdenciário, que está na quarta edição. O Desembargador do TRT da 3ª Região, Dr. Sebastião Geraldo de Oliveira, do TRT 3ª Região, falou sobre a Reforma Trabalhista.
O tema está em evidência, pois a Reforma Trabalhista recentemente aprovada e que entrará em vigor em 11 de novembro do presente ano, provocará profundas mudanças nas relações de trabalho. Por isso a procura tão expressiva do público, que contou com acadêmicos e pós-graduandos de várias instituições, advogados, empresários, dentre outros profissionais de diversas áreas.
A coordenadora dos cursos de pós-graduação do Cesul, Dra. Ilse Marcelina Bernardi Lora, deu as boas-vindas e apresentou o palestrante. "Não foi fácil conseguir um espaço na disputada agenda do Dr. Sebastião. Ele, entretanto, sensibilizou-se com nosso convite e, gentilmente, dispôs-se a retornar ao Cesul, a fim de trabalhar este tema que ocupa a agenda dos operadores jurídicos, dos trabalhadores e dos empresários do País. Dada a amplitude da nova lei, é indispensável ouvir a opinião de um especialista na área. As orientações dadas pelo desembargador esclarecerão as inúmeras dúvidas sobre o assunto. Estamos orgulhosos e honrados por podermos oferecer gratuitamente um evento desta grandeza".
A palestra
Em pouco mais de uma hora, Dr. Sebastião Geraldo de Oliveira fez explanação sobre os principais conteúdos da Reforma Trabalhista. "Fala-se muita coisa sobre essa reforma, há muita gente assustada, dizendo que vai favorecer empregador, dificultar mais para o trabalhador. Mas não é bem assim. É necessário conhecer o teor da nova lei. Ela não ficou o mar de rosas para quem contrata afirmado por muitos, mas também não é um inferno para quem trabalha. Dá para se dizer que continuamos no purgatório, ou seja, trata-se de um meio termo. Existem algumas mudanças de grande impacto, consideradas excessivas pelo próprio governo, que pretende corrigir por meio de Medida Provisória, antes de 11 de novembro, data de entrada em vigor da nova lei. As relações de trabalho sofrerão consideráveis transformações. A extinção da contribuição sindical obrigatória possivelmente determinará a redução do número de sindicatos. Somente vai sobreviver o sindicato que realmente for efetivo, que realmente atua. É indispensável estudar e conhecer essa reforma, pois são os direitos e deveres dos trabalhadores e empregadores que estão em jogo".
Os participantes aplaudiram o evento, como comenta o acadêmico Elton Ponciano, do 2º período de Direito. "Foi uma iniciativa fundamental para começarmos a entender um pouquinho sobre esse assunto, que afeta diretamente toda a classe trabalhadora. A palestra serviu para esclarecer e desmistificar muitos pontos que se apresentavam duvidosos em razão do muitos boatos que ouvíamos por aí. Agradeço e parabenizo o Cesul por esta oportunidade".
O professor Robson Faria, coordenador do curso de Administração do Cesul, também destacou a importância do evento. "Palestra pontual, tema relevante diante das reformas que o Brasil está vivendo. O domínio do tema, aliado à didática do palestrante, permitiu aos espectadores compreender os ângulos mais importantes da reforma trabalhista, alertando, ainda, sobre os cuidados e precauções que exigem os itens alvo de modificação".
Após a palestra, o conferencista Dr. Sebastião esclareceu várias dúvidas do público e foi bastante aplaudido. Ele enfatizou aos advogados que o estudo da nova lei é indispensável, afirmando que o profissional que não buscar atualização estará fora do mercado de trabalho. O palestrante foi muito solicitado para fotografias no final da palestra.

Data: 2017-08-09      Fonte: Jornal de Beltrão
Voltar

Programas e Financiamentos

Fec Prouni Fies

Conecte-se

@DireitoCesul

Cursos e Eventos Vestibular

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.

Contate-nos


Conecte-se


@DireitoCesul

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.