Cesul
Faculdade de Direito Francisco Beltrão

Cesul promoverá curso de Direito Sistêmico dias 8 e 9 de dezembro

O Cesul - Centro Sulamericano de Ensino Superior - prioriza a capacitação tanto para seus acadêmicos quanto para a comunidade em geral. Visando a qualidade, traz temas diversificados e de vários segmentos, e nessa mesma linha, dias 8 e 9 de dezembro, a instituição realizará o curso de Direito Sistêmico: Teoria e Prática. Como palestrantes, destaca-se a presença de: Márcia Sarubbi Lippmann, mestre em Direito, mediadora, consteladora sistêmica; Fabiano Oldoni, doutor em Direito - linha de pesquisa nos Métodos Alternativos de Solução de Conflitos; e Maria Fernanda Gugelmin Girardi, mestre em Direito e Presidente da Comissão de Direito Sistêmico da OAB - Itajaí (SC).
Fabiano Oldoni explica um pouco sobre esse assunto, que está cada vez mais em evidência no meio jurídico. "A aplicação sistêmica do Direito (ou Direito Sistêmico) se mostra como uma importante ferramenta de transformação de conflitos. Ela nos leva a uma nova visão a partir de uma lógica cooperativa e pacificadora, partindo de um olhar sistêmico do indivíduo - que agora não mais é visto de forma isolada, mas, sim, como membro de seu sistema familiar - e encontrar uma solução integral à contenda que se apresenta. Daí a importância de o construtor jurídico compreender essa ferramenta, que utiliza as leis sistêmicas, de Bert Hellinger, como instrumento a auxiliar a pacificação dos processos".
O professor Luiz Carlos D'Agostini Júnior, coordenador do Emaj - Escritório Modelo de Assistência Jurídica - do Cesul comenta o quanto é importante resolver conflitos, para solucionar os processos e não depender apenas do julgamento. "A constituição de 1988 garantiu vários direitos ao povo brasileiro, dentre eles o acesso à justiça. Diversos foram os incentivos e o acesso foi facilitado. Aos poucos a população foi percebendo a existência desse Direito e logo se iniciou uma verdadeira avalanche de ações junto ao poder judiciário".
D'Agostini reforça: "o Judiciário não suporta mais tantos processos e para isso iniciou-se uma campanha, através do Conselho Nacional de Justiça, incentivando as formas alternativas de solução de conflitos, entre elas a conciliação, a mediação e a arbitragem. Também há as chamadas constelações, que ocorrem de forma energética e fenomenológica. Ela acontece em um local onde haja espaço para um grupo de pessoas e sua movimentação. São criadas "esculturas vivas" reconstruindo a árvore genealógica, o que permite localizar e remover bloqueios do fluxo amoroso de qualquer geração ou membro da família. A sociedade brasileira necessita de muito avanço nesse sentido, inclusive em relação à cultura do povo que sempre vê o litígio como uma forma de solução de conflitos. Por isso a importância de cursos como esse: ele servirá para que os futuros operadores do direito comecem a pensar mais em solução pacífica de conflitos".
As inscrições já podem ser feitas pelo site cesul.br. O valor da taxa de inscrição é R$ 50. O investimento é de R$ 350 parcelado em até 3 vezes no cartão ou cheque. Mais informações pelo 3524-4242.

Data: 2017-11-03      Fonte:
Voltar

Programas e Financiamentos

Fec Prouni Fies

Conecte-se

@DireitoCesul

Cursos e Eventos Vestibular

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.

Contate-nos


Conecte-se


@DireitoCesul

CESUL - Centro Sulamericano de Ensino Superior
® Todos os direitos reservados 2015 - 2016.