Cesul

Imprensa Notícias

Cesul realiza sessões simuladas de julgamento

  • Google Plus
  • Pinterest
Publicado em

Segunda-feira, 5, o Cesul – Centro Sulamericano de Ensino Superior – realizou com os acadêmicos do 8º período de Direito, sessões de julgamento simulado visando proporcionar experiência de casos trabalhados no plenário do Superior Tribunal Federal (STF), nas 5ª e 6º turmas Superior Tribunal de Justiça (STJ), no Tribunal Regional Federal da 4ª região (TRF-4) e no Tribunal Justiça do Paraná (TJ-PR).
O professor Gilberto Marques da Silva Azevedo, que ministra a disciplina de Processo Penal, foi o organizador do evento. Ele avalia de forma positiva a participação dos alunos e ressalta que essa atividade com simulações de sessões é algo inédito no país. “Foi muito bom. Os alunos estão de parabéns. Acredito que tenha sido a primeira faculdade do Brasil a ter oferecido sessões de julgamento aos alunos. Foi muito engrandecedor para eles, uma experiência de suma valia, pois puderam vivenciar a realidade dentro da faculdade. Cada aluno tinha uma função, cada um era um ministro, desembargador, procurador geral da República, regional da república, subprocurador, escrivão, taquígrafo e representantes da imprensa. Exatamente como acontece, ou seja, vivenciaram a realidade. Reproduzimos isso e estou emocionado com o desempenho dos alunos. Os critérios de avaliação foram: pontualidade, vestimenta, conhecimento da causa e comportamento, tudo o que tem de ser observado numa sessão. Todos levaram muito a sério, foi engrandecedor, uma experiência incrível. Tenho certeza que os alunos, vivenciando a prática conseguem assimilar melhor toda a matéria e também projetar para o futuro como será a carreira deles. Todos se saíram muito bem em seus papéis e eu me senti realizado”.
Alunos entusiasmados
A dedicação e o comprometimento dos acadêmicos em exercer cada função ficou evidente. Mais, ainda, notava-se a satisfação após o julgamento simulado.
“O trabalho que o professor Gilberto Marques da Silva Azevedo nos proporcionou, de presenciar como ocorrem os julgamentos nos tribunais, foi de extrema importância para nosso crescimento, tanto na vida acadêmica como pessoal. Aprendemos a teoria e a aplicamos na prática. Foi de grande relevância, pois através das simulações estaremos realmente preparados para situações fáticas que urgirão em nossa carreira profissional”, comentou a acadêmica Andreia Malinoski, que atuou como subprocuradora geral da República do STJ.
O acadêmico Clacir Surdi foi advogado na sessão do TJ-PR e descreve o quanto foi interessante “Foi uma das melhores atividades feitas esse ano, além de ter a experiência e ver como funciona os tribunais superiores, tivemos a oportunidade de fazer as sustentações orais como advogados/membros do MP, além de poder votar como se desembargadores e ministros fôssemos. Essas atividades práticas são de extrema importância para a formação acadêmica. Agradeço ao professor Gilberto e à direção da faculdade pela oportunidade”. Opinião semelhante tem Gabriel Ilkiu dos Santos, que atuou como ministro do STF. “Foi uma excelente ideia do professor, pois a experiência da prática nos propicia a visão de como as coisas são fora da sala de aula. O prazer que é subir em um púlpito e fazer a sustentar oral nos deixa ainda mais empolgados em sair da faculdade e atuar no mercado de trabalho”.

Data: 2018-11-08      Fonte: Assessoria
  • Google Plus
  • Pinterest

46. 3524 4242 | contato@cesul.br
Av. Antônio de Paiva Cantelmo, 1222 - Centro
Francisco Beltrão - PR